Monthly Archives: agosto 2017

  • 0

Animais ajudam em tratamento

Category : Notícias

Os benefícios da interação homem e cavalo são conhecidos desde a Antiguidade. Em 377 a.C., Hipócrates já considerava a equitação um elemento regenerativo à saúde.

“Read More”

  • 0

Conheça alguns cuidados que se deve ter com os potros.

Category : Notícias

De todos os animais criados pelo homem o cavalo, provavelmente, é o que menos cuidado recebe durante o início de sua vida. Se considerarmos que o animal atinge 70 a 80% de seu desenvolvimento durante os 12 a 14 meses de sua vida, é importante uma adequada alimentação nesta fase.

O potro recém-nascido deve receber nas primeiras horas o colostro – leite rico em anticorpos e fundamental para a imunização do animal que deve ser ingerido até 6 horas após o nascimento – a fim de se imunizar contra diversas infecções, sem o qual é muito difícil criar um animal sadio.

Durante a primeira semana de vida, o potro deve ser alimentado com leite muitas vezes ao dia, preferivelmente a cada 3 horas.

As éguas alcançam o pico da lactação entre 3 e 6 semanas depois do parto, portanto se objetivado um crescimento contínuo e adequado durante este período, é necessário uma suplementação alimentar.

Essa suplementação deve começar por volta dos 10 dias de idade. No início, até se habituar, o potro consome pouca ração. O importante nesta fase não é o consumo e sim o hábito de receber alimentação sólida. O alimento sólido deve fornecer altos níveis de energia, proteínas e vitaminas.

O nível de energia deve ser alto para possibilitar um crescimento rápido. Os principais cereais empregados para esse fim são: o milho, aveia e a cevada. Como os dentes ainda não estão bem desenvolvidos, os grãos devem ser quebrados para facilitar o consumo e a digestão. A fina trituração deve ser evitada pelo excesso de poeira.

Dos alimentos utilizados como fonte de proteína, tudo indica que a soja é um dos melhores. Principalmente por ser de grande digestibilidade e bem equilibrada em aminoácidos. Seus níveis devem ser de 22% para animais até os 6 meses de vida e 18% para animais de 1 ano.

Vitaminas também são muito importantes na alimentação dos potros. A vitamina A é muito importante para a manutenção dos tecidos da pele, do aparelho intestinal, aparelho respiratório, etc. A vitamina D está envolvida no crescimento do esqueleto, ela permite a assimilação de cálcio e fósforo no organismo. A vitamina E está associada às funções musculares e reprodutivas.

As vitaminas hidrossolúveis (Complexo B e Vitamina C), são essenciais no metabolismo geral da energia e da proteína. A carência tem como primeiros sintomas a falta de apetite e pelagem de mal aspecto.

O cálcio é limitante no desenvolvimento dos potros. A melhor relação nesta idade é de 1,5:1.

Infelizmente o cálcio tem sido considerado o mais importante mineral pelos criadores de cavalo. Como conseqüência, o animal recebe pouca quantidade de fósforo.

Lembre-se de procurar um profissional antes de iniciar a dieta do seu cavalo.

No mais, muito carinho e dedicação irão ajudar seu animal a crescer bonito, forte e saudável!


  • 0

Dicas para andar a cavalo da maneira correta

Category : Notícias

Para quem quer fugir do stress do dia a dia e usa o seu cavalo somente para passeios na chácara final de semana, é sempre importante fazer com que ele faça atividades pelo menos uma a duas vezes na semana, assim o animal está sempre preparado e poderá cavalgar tranquilamente quando você quiser. O cavalo é um animal que precisa manter a sua musculatura, por isto que os passeios regulares são fundamentais para ele.

Para você montar com segurança, a barrigueira deve estar fixada corretamente, porém nem sempre a força irá fazer com que a barrigueira esteja presa corretamente, você deve procurar também o local correto para prendê-la e apertá-la aos poucos.

Use todos os itens necessários para cavalgar com segurança, tanto para você quanto para o animal e lembre-se que os itens mais bonitos nem sempre são os mais úteis, então leve somente o que realmente é necessário para não trazer desconforto ao animal.·.

Em uma cavalgada distante, procure sempre conhecer o caminho com antecedência já que o cavalo também precisa comer e beber. Você precisa parar com frequência para ele descansar. Cuide para não cavalgar com o cavalo de “barriga cheia”, pois ele pode ter uma congestão e passar mal. espere sempre alguns minutos até que a comida seja digerida para aproveitar tudo que o animal pode oferecer.